• Manu Mayrink

"Em Defesa de Cristo" e a tentativa de provar a inexistência da Ressurreição


O longa "Em Defesa de Cristo", que chegou aos cinemas no dia 14 de setembro, traz a história de Lee Strobel, um jornalista durão que chega no lugar em que sempre sonhou na carreira. Depois de ganhar um prêmio por um relatório investigativo, ele foi promovido no Chicago Tribune. Mas, em casa, a situação é diferente. Sua esposa Leslie começou a acreditar em Cristo e a ver sua fé crescer; e isso vai contra todas as crenças de Lee, um ateu declarado. Para salvar seu casamento, Lee utiliza sua experiência jornalística para iniciar uma busca com a finalidade de contestar as reivindicações do Cristianismo. Perseguindo a maior história de sua carreira, ele se vê diante de resultados inesperados que podem mudar o que ele acredita ser a verdade.

Este é daqueles filmes em que desde o início nós já sabemos como vai terminar, principalmente por ser baseado em uma história real e em um livro (também chamado "Em Defesa de Cristo"). Mas ele vale muito pelo debate. Lee Strobel vai atrás de especialistas da psicologia, da medicina, da religião, da história, etc, em busca de provar suas teses sobre a inexistência da Ressurreição ou de um Cristo que fazia milagres. E todos tem um poder de retórica incrível e argumentos que vão, devagar, jogando por terra vários pensamentos do jornalista.

O que me incomoda em Lee é o fato de ele ser um ateu fanático, tanto a ponto de parecer uma caricatura. A sensação é de que o filme exagera um pouco a personalidade do protagonista. O jornalista entra em parafuso com o simples fato de que sua mulher frequenta uma igreja e acredita em Deus, sendo que ela não mudou praticamente nada em seu comportamento. O fato de crer era visto por Lee como uma grande afronta, quase como a confissão de um crime bárbaro, sei lá. O problema dele não eram os preceitos ou a religião, mas a própria crença em Deus. Tudo isso me pareceu meio exagerado.

A verdade é que, mesmo que você não tenha uma religião definida ou não seja praticante de alguma, se tem um mínimo de crença na existência de Cristo (ou alguma dúvida sobre ela), este filme te toca, faz refletir e deixa com uma pulga atrás da orelha. Os argumentos são muito bons! (não fui procurar a veracidade de todos, mas acho que não mentiriam sobre isso, né?)

"Em Defesa de Cristo" é uma parceria da distribuidora California Filmes com a 360WayUp, responsáveis também por "Deus Não Está Morto 2" e "Você Acredita?". A produção é da PureFlix.

#Filmeseséries

4 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram