• Clara Mayrink

#SetembroAmarelo com “Céu Sem Estrelas”, de Iris Figueiredo


Na campanha intitulada Setembro Amarelo, tem sido discutido o assunto da saúde mental e a prevenção do suicídio. Um livro que discute esse tema é “Céu Sem Estrelas”, da autora Iris Figueiredo. Na obra, a protagonista Cecília acaba de fazer 18 anos, mas as coisas não andam muito bem em sua vida. Ela acaba de ser demitida de seu emprego e passa por graves conflitos com a mãe, que a obrigam a sair de casa e ir morar com uma amiga, Iasmin, cujo irmão, Bernardo, é seu grande amor platônico desde a infância. Ela chega a se envolver com o crush, mas seus problemas só pioram quando ele pisa na bola.

Cecília é uma menina muito tímida e quieta, que parece sofrer em silêncio com tantos problemas que a cercam. É uma menina apaixonada por livros, gorda e de cabelo cacheado. Apesar de essas características ser clichês de pessoas tímidas na literatura e nos filmes, a história é bem construída e os problemas são colocados de forma clara para que possamos entender melhor essa menina.

Cecília já se resolveu com seu cabelo, mas ainda não com seu corpo (mais um assunto atual que Iris coloca em pauta em “Céu Sem Estrelas”). Não é fácil ser uma mulher gorda. Além de a própria menina não se aceitar, as pessoas também são preconceituosas. Tudo isso colaborou com o desenvolvimento de problemas para a saúde mental de Cecília. Sua péssima relação com a mãe agravou ainda mais problemas de autoestima e depressão que Cecília cultiva. A menina chegava a se mutilar em alguns momentos, porque a dor física seria para ela muito menor do que a que sentia por dentro.

Cecília tem sentimentos depressivos, suicidas, não se sente à vontade nos lugares, nem dentro do próprio corpo. Sofreu bullying na infância por causa do peso e se sente totalmente desconfortável no seu corpo, não gosta de ser gorda e só pensa em como ser magra poderia mudar a sua vida. Ela mantém muitos segredos, não conta tudo de sua vida nem para as amigas. É muito fechada.

Sua amiga Iasmin, por outro lado, é uma menina simpática, alegre e tem uma energia boa, o que quase causa inveja em Cecília. Todo mundo gosta de Iasmin, mas está claro que a garota perfeita também tem suas questões e problemas a resolver. No livro, uma questão de Iasmin não é solucionada, o que nos leva a lembrar que nem todos os problemas da vida somos capazes de resolver. Principalmente sozinhos. E que tá tudo bem. Somos seres humanos sujeitos a todos os tipos de problema.

A autora ainda encaixada de forma discreta outros temas, como a dificuldade de mobilidade de Raquel, amiga cadeirante de Cecília, e a vida na periferia, com uma narrativa ambientada nas cidades de Niterói e São Gonçalo, onde Iris vive.

Por fim, “Céu Sem Estrelas” coloca uma questão importante, que é a procura de ajuda. Cecília não tinha diagnóstico de seu problema e menosprezava o seu sentimento, o que piorava ainda mais sua situação. Ela passou por ataques de pânico, depressão, ansiedade sem nenhum diagnóstico formal, uma vez que não procurava ajuda profissional, o que só veio a acontecer depois de um fato muito grave. É preciso aproveitar este momento de Setembro Amarelo para que se converse, debata e dê toda atenção a esse tema. Depressão não é frescura. Livros como “Céu Sem Estrelas” podem ajudar a entender melhor como as pessoas que passam por isso se sentem e aumentar nosso entendimento sobre o assunto.

#livros

12 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram