• Clara Mayrink

O suspense “Buscando…” retrata o desaparecimento de uma adolescente pela tela de um computador


Por meio de uma tela de computador somente, acompanhamos toda a narrativa de “Buscando…”, do diretor Aneesh Chaganty. Uma família vive na Califórnia e tudo parece perfeito, mesmo depois que uma grave doença tira a vida da mãe. Acompanhamos o crescimento de Margot (Michelle La) e o relacionamento a princípio perfeito com seu pai, David Kim (John Cho).

Mas logo percebemos que essa relação está longe de ser perfeita, uma vez que o pai efetivamente não sabia de nada da vida da filha, não conhecia seus amigos etc. Não havia esse diálogo profundo, por medo e fragilidade dos dois lados.

Tudo isso só descobrimos depois que Margot, as 16 anos, desaparece e o pai começa uma incansável saga em sua busca. O caso foi para a mídia e David sofreu com os comentários na internet, que acabaram por querer culpá-lo.

Mesmo com tantas questões, o mote principal deste filme está no fato de ser todo passado somente em uma tela de computador. Por ali, acompanhamos o que acontece e sabemos somente a visão do pai, com quem vamos descobrindo todos os fatos. E nem mesmo todas as visões e opiniões dele temos acesso, apenas aquilo que pode ser visto pela tela do computador. É também interessante a forma, na versão brasileira, como tudo que está na tela do computador foi colocado em português. Legendado de fato são só as falas.

Com bastante suspense e um enredo que de fato consegue prender nossa atenção, “Buscando…” se sai bem. Uma reviravolta muito bem elaborada (até com detalhes demais) se mostra interessante. O elenco conta ainda com a experiente Debra Messing no papel da investigadora Rosemary Vicky. O longa estreia nesta quinta-feira, 20 de setembro.

#Filmeseséries

12 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram