• Clara Mayrink

O cômico e dramático “Quem é Você, Alasca?”, de John Green


À primeira vista parece somente mais um livro de romance adolescente, porém “Quem é Você, Alasca?” se mostra bem mais que isso ao longo de sua leitura. A obra de estreia do autor John Green (“A Culpa É Das Estrelas”) foi escrita em 2005 e tem muita comédia e drama. Por mais que os personagens sejam adolescentes em fase de descoberta, a leitura é agradável para várias idades.

O livro é narrado em primeira pessoa por Miles, um menino tímido de 16 anos que se muda para um colégio interno em outro estado em uma tentativa de se renovar e conhecer pessoas novas. Lá, ele conhece Alasca, por quem se apaixona, além de fazer outros grandes amigos, em que conhecemos não muito, mas o suficiente para compreender o impacto de cada um na vida do jovem Miles.

Tanto na narrativa quanto na construção dos personagens, não há muitos clichês e estereótipos como é comum nas histórias adolescentes americanas típicas. Miles, por exemplo, é um menino tímido, mas o que não o impede de fazer amizades e ter um humor sarcástico e peculiar. É um garoto divertido e tem muito a oferecer. Já Alasca é uma personagem muito intrigante e apaixonante, com um milhão de questões envolvidas, que nos faz refletir bastante.

O início do possível romance entre Miles e Alasca não é narrado como nos romances em geral, em que os amantes costumam não enxergar os defeitos do outro. Miles e Alasca são originais e peculiares e percebem seus defeitos, apesar de se interessarem mutuamente. Ele é apaixonado por ela, mas consegue fazer críticas em relação a algumas de suas características.

Outro ponto bacana desta obra são as últimas palavras de pessoas importantes, uma curiosidade que é hobby de Miles e, em um apêndice ao final do livro (ao menos na minha edição, a de comemoração de 10 anos), ficamos sabendo que se trata também de um interesse pessoal do autor. Ainda neste apêndice, John Green diz que estudou em uma escola similar à Culver Creek, mas que qualquer semelhança com sua vida fica por aí; não se trata de um livro autobiográfico.

“Quem É Você, Alasca?” traz um tema interessante para os jovens, de forma que eles possam se divertir e refletir. Despretenciosamente, o autor coloca vários assuntos profundos, fala sobre a morte, o que há depois da vida, questões filosóficas e religiosas por meio de provocações de um professor.

Para nossa alegria, a plataforma Hulu anunciou que está produzindo uma série inspirada neste livro, que estreia em outubro.

“Nunca gostei de escrever parágrafos de conclusão nos quais você apenas repete tudo o que já disse usando expressões como ‘em suma’ e ‘para concluir’. Não fiz isso. Escrevi sobre por que achava aquela pergunta importante. Para mim, as pessoas queriam segurança. Não podiam aguentar a ideia de a morte ser um grande nada escuro, não podiam suportar a ideia de seus entes queridos não existirem, e não podiam imaginar a si mesmos não existindo. Finalmente concluí que as pessoas acreditam em uma vida após a morte porque não aguentam não acreditar.”

#livros

7 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram