• Clara Mayrink

O fofo “Corgi: Top Dog”, com dublagem de João Guilherme


Em “Corgi: Top Dog”, animação que estreia neste dia 05 de setembro, Rex é um cachorro da realeza britânica, que o Príncipe Phillipe deu à Rainha Elizabeth. Maior fã desta raça (no filme), a Rainha é quase uma colecionadora e mima seus cães mais que tudo. Ela se apaixona por Rex mais que por todos os outros, o mima e o torna o Top Dog, o que faz com que Rex se gabe frequentemente do posto.

Espevitado, Rex apronta durante a visita do presidente Donald Trump ao Palácio de Buckingham e aceita a proposta de um outro cão real de fugir dali, entendendo que envergonhou a Rainha. Porém, seu colega o engana e abandona Rex à própria sorte nas ruas. Por sorte, ele é encontrado por um rapaz que o leva para um canil, onde fica abrigado com outros cães de rua.

No canil ele descobre coisas novas, faz amigos, se apaixona e vive de um tudo. A cena musical, em que ele dança para a nova amada é divertidíssima. Então, depois de decidir voltar para casa, se inicia uma saga, na qual seus novos amigos participam.

No primeiro ato, a realeza britânica recebe Trump e essa é sem dúvida a melhor parte do filme, que tira sarro do presidente estadunidense. Ele é exagerado, mal-educado e rude com as pessoas, exatamente como é o personagem no qual foi inspirado.

O personagem principal é dublado por João Guilherme, que se mostrou excelente nesse papel. O Rex parece perfeito para ele. De modo geral, “Corgi: Top Dog” é uma boa pedida para os pequenos e para os maiores que são fãs de animação (e de cães) como eu.

#Filmeseséries

5 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram