• Clara Mayrink

O sexual e sangrento “O Clube dos Canibais”


Entra em circuito na próxima quinta-feira (03), “O Clube dos Canibais”, filme de terror com pitadas de comédia cearense. No longa, um grupo de homens brancos da elite formam um clube com atividades sádicas e criminosas. Otávio (Tavinho Teixeira), membro deste grupo, tem, além de suas práticas no clube, sua atuação particular. Com a esposa, Gilda (Ana Luiza Rios), dentro de casa, Otávio se excita com homens transando com ela para depois matá-los e comê-los.

No primeiro ato do filme há algumas mortes sem sentido, com o prazer no sangue e no ato de matar. É um filme absolutamente sangrento e causa repulsa tanto no absurdo de comer carne humana, como na hipocrisia das falas dos homens de bem, que falam sobre valores de família e moral enquanto cometem crimes tão tenebrosos.

Fazer este contraponto parece ser exatamente o ponto do diretor Guto Parente. São exploradas conversas das mais esdrúxulas entre estes homens hipócritas, entre clichês preconceituosos, contam vantagens sexuais muitas vezes inexistentes, além de uma suposta luta contra os inimigos que querem deturpar a sociedade. São os mesmos homens que estão nas esferas de poder, fazendo média para as câmeras, enquanto por trás se envolvem nas mais escusas relações.

“O Clube dos Canibais” é um filme bem recheado de surrealidades, mas não é vazio. Ele é explícito no ato de matar e comer homens, mas critica o que de antropofágico de fato há nas relações de poder e trabalho que se colocam. A forma como se escolhem os empregados e futuras vítimas já mostra o quão pecaminosa e abusiva é esta relação. Sem querer dar spoilers, o fim do longa mostra certa subversão desta ordem, de uma forma lúdica e quase engraçada de tão bizarra, mas reflexiva.


#Filmeseséries

7 visualizações
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram