“Meu Corpo É Político” e a importância da visibilidade trans


O que uma diretora de uma escola pública de São Paulo, um aluno da Unip e operador de telemarketing e sua namorada ativista e uma artista poderiam ter em comum? Todos fazem parte do universo trans e/ou queer e lutam pela sua causa, como é mostrado no filme “Meu Corpo É Político”, de Alice Riff que estreia no próximo dia 30 de novembro. Este é o primeiro documentário de Alice, que já trabalhou anteriormente com curtas-metragens, voltados para a temática dos direitos humanos e juventude.

O longa retrata o cotidiano de quatro pessoas, na periferia de São Paulo. Fernando, Giu, Linn da Quebrada (que também está no elenco de “Corpo Elétrico”) e Paula Beatriz são ativistas do movimento LGBT e suas próprias existências já são um ato político.

É mostrando o cotidiano destas personagens que a diretora levanta questões sobre a população trans e o quanto a nossa sociedade ainda é pouco preparada para lidar com as diferenças.

Com o filme, observamos o dia-a-dia destas pessoas, que é exatamente como o de qualquer um, que come, toma banho, trabalha, se diverte... A gente se reconhece naquelas pessoas e isso é o que pode diminuir o preconceito que infelizmente ainda tanto existe. Um dos exemplos do despreparo da sociedade é mostrado no filme com a dificuldade de Fernando em conseguir trocar o seu nome social.

O maior problema deste filme para mim é seu tamanho curto, que deixa os espectadores com gostinho de quero mais. Durante os 71 minutos de filme, a gente se envolve com os personagens e fica na expectativa de saber mais de suas vidas.

“Meu Corpo É Político” é lançado em um momento importante e conturbado no Brasil, em que mostrar a resistência trans, gay, queer, pobre e negra, é cada vez mais necessária e bonita.

#Filmeseséries

Posts em breve
Fique ligado...
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram