"Minha Irmã de Paris" é a comédia francesa pro fim do ano



"Minha Irmã de Paris" é uma comédia francesa daquelas bem gostosinhas pra desanuviar a mente neste finzinho de ano. Com um clima "sessão da tarde", o longa traz a história da famosa atriz Julie Varenne, que vê a decadência de sua carreira, sem ser chamada para mais nenhum trabalho. Preocupada com a idade, e achando que suas novas rugas são as responsáveis por seus problemas, Julie decide fazer uma aplicação de botox. Mas ela não contava com uma reação alérgica que deixaria sua boca um tanto quanto deformada.


Porém todos sabemos que o azar nunca vem sozinho, né? Com o rosto inchado, Julie é chamada para participar de um filme de comédia - gênero com o qual não está muito familiarizada - e a gravação precisa começar dois dias depois. No auge do desespero e sem poder abrir mão da proposta, a atriz procura uma moça que havia conhecido dias antes, Laurette, com quem tinha muita semelhança física.


A questão é: ninguém da equipe pode desconfiar que se trata de uma pessoa diferente. Mas como fazer isso se elas têm personalidades completamente opostas? E essa diferença entre as duas é o que faz da atuação de Mathilde Seigner algo importantíssimo de ser destacado: mesmo com tudo fisicamente igual, não há como confundir Julie e Laurette.


É um filme simples, que vai no básico: fofo, simpático e sem grandes reviravoltas. Mas, ao menos pra mim, estes são os melhores filmes para o fim do ano.



Posts em breve
Fique ligado...
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram