Risadas e fofuras com os livros de fotos "Cachorros Submarinos" e "Filhotes Submarino


"Sou apaixonado pela personalidade dos cães. Seu espectro de emoções é semelhante ao nosso. Por isso, nos identificamos com eles e eles conosco, e, juntos, forjamos profundas amizades.” É o que diz Seth Casteel em seu livro “Cachorros Submarinos”, da coleção fofíssima que o fotógrafo fez com imagens de cães debaixo d’água.

Nunca fui muito fã de livros de fotos, porque são caros e muitas vezes eu tenho mais interesse pela leitura que pelas imagens. Mas na última Bienal do Livro eu me deparei com uma promoção da Editora Intrínseca, em que estes livros estavam com um preço muito baixo. E, como eu sou completamente louca por cachorros, rapidinho me apaixonei por estes livros.

O fotógrafo Seth Casteel, autor das fotos, é premiado por seus trabalhos com animais. As imagens de “Cachorros Submarinos” foram publicadas pelo The New York Times e veiculadas no Animal Planet e em outros veículos, e posteriormente transformadas em livro, publicado em 2012 no Brasil. O americano é famoso por sua participação ativa no debate e no socorro a animais e já foi até reconhecido pela Human Society dos Estados Unidos.

A ideia de “Cachorros Submarinos” surgiu quando, em 2010, Seth estava fazendo uma sessão de fotos de um cavalier king charles spaniel. O ensaio era para ser em terra firme, mas o cachorro mergulhou na piscina várias vezes e aí surgiu a ideia de fazer as imagens dentro da água. Para este livro, muitos cachorros nunca tinham estado debaixo d’água e alguns nem haviam nadado antes, mas, pelas fotos, percebemos que eles se divertiram muito.

Devido ao sucesso da primeira obra, em 2014 foi publicado “Filhotes Submarinos”, só com cachorros com idades entre entre seis semanas e seis meses. Mais de mil filhotes foram registrados para que se chegasse ao resultado final, tendo todos passado por aulas de natação antes de serem fotografados.

As imagens são bem diferentes. Em “Cachorros Submarinos”, os animais são estimulados a pular na água por brinquedos e bolinhas e o que vimos geralmente são dentes arreganhados e muito empenho para alcançar a bolinha. Ao passo que nas fotos de “Filhotes Submarinos”, as fotos são mais calmas, diria, com menos bocas abertas, mas ainda mais fofura.

Nos dois livros, todos os cachorros têm o nome, idade e raça identificados nas legendas. Há ainda algumas fotos de cachorros juntos e é a coisa mais fofa do mundo. No final, há ainda o capítulo “Os Filhotes em Terra Firme”, com o nome e um retratinho de todos eles fora das piscinas. Se você, assim como eu, é apaixonado por cachorros, vai amar muito esses dois livros, sem dúvida.

#livros

Posts em breve
Fique ligado...
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram