"Um Homem que Mandava Flores", de Fabiane Alheira, relata detalhes de um relacionamento ab



O livro do post de hoje é daqueles que me surpreendeu positivamente e me ajudou ainda mais a desenvolver a empatia. Siga lendo que você vai entender o porquê. "O Homem que Mandava Flores", de Fabiana Alheira, que está sendo relançado pela r.ed Editora, conta a história de Emma e Luc, um casal que se encontra quase que por obra do destino. Tudo é lindo no começo, com cada atitude daquele homem preenchendo aquilo que Emma mais sentia falta.


A história, inspirada na vida da própria Fabiana (e que poderia ser a de tantas outras mulheres), nos mostra que nem tudo é tão belo. Luc se mostra um manipulador, com atitudes sociopatas. E quando digo que o livro me ajudou a buscar dentro de mim a empatia é porque a vida da protagonista é absolutamente diferente da minha e pensamos de maneiras antagônicas sob alguns aspectos. Além disso, visto de fora, me pareceu nítido que aquele relacionamento não ia dar certo. Luc desde sempre foi o macho palestrinha que sempre sabe muito de qualquer assunto e parece sempre preocupado com cada detalhe da vida da amada, quando na verdade é um stalker invasivo. Mas é aquilo... quando contou alguns "podres" do seu passado, veio com o já conhecido papo de "eu mudei!". Não demorou muito para chegar com o famoso "minhas ex são todas loucas". Entenda: a próxima louca será você.


Mas é fácil dizer que tudo já estava nítido desde o início quando não se está envolvida, emocionalmente frágil e em busca de alguém em quem se agarrar e ter suporte. Em "O Homem Que Mandava Flores", Fabiane tem um grande papel: alertar mulheres que possam estar vivendo relacionamentos assim a perceberem os sinais desde o início, para não chegarem ao extremo de passar por aquilo que Emma passou. A protagonista nos mostra os perigos de buscar no outro aquilo que falta em nós mesmas. A ânsia por encontrar alguém que nos preencha pode nos deixar cegas. E, acreditem, a auto-estima do homem é algo surpreendentemente elevada. Não se deixem ser afetadas.


E a narrativa nos prende: é um thriller psicológico recheado de suspense que nos deixa preso às páginas do livro tentando saber até onde Luc é capaz de ir.


Abaixo deixo uma entrevista que Fabiane Alheira deu ao canal "Jogo de Damas":




Posts em breve
Fique ligado...
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram