Top 5 | Melhores Livros de 2018 por Clara Mayrink


Chegou a vez da lista de Melhores Livros do Ano da Clara!

1. Amoras - Emicida

Quando li “Amoras” eu morri de amores. Não conhecia o trabalho do Emicida e por isso não era fã, mas, a partir deste livro, fui buscar um pouco mais do cara e recomendo que o façam. Este livro é fruto de uma conversa de Emicida com sua filha Helena, “a primeira pessoa que ele viu salvar o mundo”. “Amoras” é uma lição incrível de vida e de amor.

2. Céu sem estrelas - Iris Figueiredo

Coincidentemente lido exatamente no mês do #SetembroAmarelo, “Céu sem estrelas” é uma ótima ficção da vida real. Conta a história de Cecília, uma menina com depressão, problemas na família e com o corpo. Foi bem legal e emocionante acompanhar a história dessa menina que Iris comanda com propriedade.

3. Morrer de prazer: crônicas da vida por um fio - Ruy Castro

Talvez tenha sido o achado do ano. Encontrei este livro em uma estação do VLT, como parte do projeto “Leitura no Vagão” e me deliciei com suas crônicas tão cariocas. Apaixonada que sou pelo Rio de Janeiro, sempre me encanto por todas as narrativas que usam a cidade como pano de fundo ou como personagem principal, como acontece nessa obra. Mesmo com algumas críticas a falas problemáticas, as narrativas cariocas me conquistaram.

4. Glück: o que um ano sabático nos ensinou sobre a felicidade - Karin Hueck e Fred di Giacomo

Quando o livro certo chega na hora certa. Foi o que aconteceu com “Glück: o que um ano sabático nos ensinou sobre a felicidade”. 2018 foi, sem dúvida, um ano muito difícil na minha vida, com muito mais baixos que altos. Não foi nada fácil chegar ao fim desse ano com toda a bagagem que eu acumulei ao longo dele e este livro chegou exatamente nesse momento. Talvez, se eu tivesse lido em outro momento da minha vida, eu não tivesse amado tanto, mas ele foi essencial para a construção de pensamentos e sentimentos neste ano. Só tenho a agradecer.

5. Amando Pablo, Odiando Escobar - Virginia Vallejo

O último item desta lista é também o único que não é brasileiro, mas é colombiano, segue no rol dos latinos. A história de Pablo Escobar me interessa desde que resolvi começar a assistir a série “Narcos”, em 2015. Desde então, só me interessei mais e mais por esse personagem que pouco conhecia. Este livro foi interessante para ver a visão de uma pessoa que estava tão próxima de Escobar. “Amando Pablo, Odiando Escobar” é mais uma das narrativas da vida de Pablo, com situações que só Virginia pode ter vivido e ter conhecimento. Boa leitura.

#livros

Posts em breve
Fique ligado...
Foto Sandro_2_edited.jpg

Manu Mayrink é fanática por livros, filmes, séries, música e lugares novos.  A internet é seu maior vício (ao lado de banana e chocolate, claro) e o "Alguém Viu Meus Óculos?" é seu xodó. Ela ama falar (muito) e contar pra todo mundo o que anda fazendo (taurina com ascendente em gêmeos, imagine a confusão!). Já morou em cidade pequena e em cidade grande, já conheceu gente muito famosa e outras não tanto assim (mas sempre com boas histórias). Já passou por alguns lugares incríveis, mas quando o dinheiro aperta ela viaja mesmo é na própria cabeça. Às vezes mais do que deveria, aliás.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram